Você está em: Notícias»CÂMARA INDICA MOÇÃO DE REPÚDIO AO GOVERNO ESTADUAL

CÂMARA INDICA MOÇÃO DE REPÚDIO AO GOVERNO ESTADUAL

CÂMARA INDICA MOÇÃO DE REPÚDIO AO GOVERNO ESTADUAL
Um levantamento do COSEMS/MG - Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais, informa que a dívida do Governo Estadual para com a saúde dos Municípios Mineiros e prestadores de serviços de saúde, já ultrapassou os 3,7 bilhões de reais. De acordo com o relatório atualizado, a dívida total do Estado com o Município de Itaú de Minas é de quase um milhão e setecentos mil reais. Esse montante se refere às áreas de assistência farmacêutica, atenção básica, gestão, média e alta complexidade e vigilância em saúde. Os dados são de dívidas contraídas até 31 de dezembro de 2017. Dívidas vencidas no ano de 2018 não constam neste total. Nesse sentido, na Sessão desta terça-feira (10), o Vereador Antônio Nunes, contando com o consenso e a anuência de todos Vereadores, apresentou votos de repúdio para demonstrar o descontentamento desta Casa para com o Governo do Estado de Minas Gerais, na figura do seu representante maior, Governador Fernando Pimentel, pelo débito com a Saúde de nosso município e pelos atrasos nos repasses do IPVA e do ICMS, além de demais recursos a que fazem jus Itaú de Minas e todos Municípios mineiros. Por esta razão, as Administrações Municipais enfrentam sérias dificuldades financeiras para manter e aprimorar os serviços voltados para a área da saúde em geral. Desta forma, a Moção apresentada solicitou, ainda, que o Governo Estadual adote, com urgência, todas as medidas que forem necessárias para normalizar esta grave situação.


© 2018 - Desenvolvido por Lancer